Logo_PI_Cores_400x130
O Programa INTERFACE tem como objetivo a valorização dos produtos portugueses através da inovação, do aumento da produtividade, da criação de valor e da incorporação de tecnologia nos processos produtivos das empresas nacionais. No seu conjunto, as iniciativas no âmbito do Programa INTERFACE pretendem acelerar a transferência de tecnologia das universidades para as empresas, potenciar a certificação dos produtos, aumentar a competitividade da economia portuguesa e das empresas nos mercados nacional e internacional.

Financiamento Plurianual de Base dos Centros Interface – Aceda a toda a informação
Questões Frequentes – FAQ

Centros Interface

Entidades Reconhecidas e Processo de reconhecimento

A ANI é responsável pelo processo de reconhecimento de Centros Interface.

Nos termos da proposta da ANI, o Despacho nº10252/2017, de 24 de novembro, reconhece como Centros Interface 28 entidades: AEMITEQ, AIBILI, CATIM, CCG/ZGDV, CEIIA, CENTIMFE, CeNTItvc, CITEVE, COTHN, COTR,  CTCOR,  CTCP,  CTCV, CTIC, CVR, IBET, INEGI, INESC TEC,  INL, INOV INESC Inovação, IPN , ISQ, IT, ITeCons, PIEP, RAIZ,  UNINOVA, WavEC Offshore Renewables.

PROCESSO DE RECONHECIMENTO – Aberto em contínuo – MAIS

Medidas de Apoio

FINANCIAMENTO PLURIANUAL BASE – Candidaturas a decorrer até às 23:59 de 13 de junho. MAIS

JOVENS TÉCNICOS PARA A INDÚSTRIA – Candidaturas a decorrer – MAIS

Laboratórios Colaborativos (CoLAB)

Processo de reconhecimento

A FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia é responsável pelo processo de reconhecimento e a atribuição do título de Laboratório Colaborativo.

Os Laboratórios Colaborativos deverão constituir-se como associações privadas sem fins lucrativos ou empresas. Têm como objetivo principal criar, direta e indiretamente, emprego qualificado e emprego científico em Portugal através da implementação de agendas de investigação e de inovação orientadas para a criação de valor económico e social.

PROCESSO DE RECONHECIMENTO – aberto em contínuo – MAIS

Medidas Portugal 2020

PROJETOS DE I&D INDUSTRIAL À ESCALA EUROPEIA – promover o cofinanciamento nacional a entidades portuguesas participantes em projetos europeus de I&D onde o cofinanciamento é assegurado exclusivamente por fontes nacionais – MAIS

INTERNACIONALIZAÇÃO DA I&D – Estímulo à participação das empresas e das restantes entidades do Sistema de I&I em programas europeus de investigação e inovação – MAIS

PROPRIEDADE INDUSTRIAL – Proteção de direitos da Propriedade Industrial – MAIS

PROJETOS DEMONSTRADORES – Projetos demonstradores de tecnologias avançadas e de linhas-piloto – MAIS

I&DT EM COPROMOÇÃO – Projetos de empresas em copromoção com outras empresas ou restantes entidades do Sistema de I&I – Abertura de concurso: dezembro de 2017 –  MAIS

PROGRAMAS MOBILIZADORES – Projetos transversais e estratégicos de I&D que visam a criação de novos produtos, processos ou serviços com elevado conteúdo tecnológico e de inovação – Abertura de concurso: dezembro de 2017 – MAIS

ACREDITAÇÃO DE VALES: INOVAÇÃO E ECONOMIA CIRCULARData de lançamento: dezembro de 2017

Mais informação sobre o Programa Interface em www.programainterface.pt