X

News

Governo incentiva empresas a contratarem doutorados

SIFIDEA capacidade de I&D das empresas é um fator fundamental da sua competitividade e crescimento a longo prazo. O SIFIDE (Sistema de Incentivos Fiscais à I&D Empresarial) permite às empresas deduzir à coleta um determinado montante em função das despesas incorridas com atividades de I&D. Trata-se de um crédito fiscal que, por insuficiência de coleta, pode ser utilizado nos 8 anos seguintes. O balanço é extremamente positivo, com mais de 1.300 empresas a recorrer este ano ao sistema. O crédito fiscal já atribuído no último exercício disponível ronda os 190 milhões de euros e atinge uma taxa de sucesso de mais de 80%.

O Governo quer criar condições para as empresas nacionais contratem ainda mais doutorados, sendo o SIFIDE um instrumento que contribuiu para este objetivo. Em 2017, o número de empresas com atividades de I&D que pretendem beneficiar de apoios fiscais ao envolver investigadores doutorados foi o mais elevado desde a criação do SIFIDE, totalizando 290 empresas.

Número de EmpresasDesde 20115, verificou-se um aumento de 37% do número de empresas beneficiárias do SIFIDE que empregavam doutorados para atividades de I&D e a intenção do governo é fazer com que este número aumente ainda mais.

O número de doutorados em empresas a realizar atividades de I&D que beneficiam de apoio fiscal também cresceu 30% desde 2015 e mais de 10% de 2016 para 2017.

Comunicado MCTES

tabela

Crescimento dos doutorados nas empresas de 2006 até 2017

Gráfico

Etiquetas: