X

News

Descoberta de proteína anticancerígena dá BfK Awards a equipa de investigação do ISA

FNA 2018

A deflamina, uma proteína extraída do tremoço com forte atividade anti-inflamatória e anticancerígena, valeu à equipa liderada pelos investigadores Ricardo Boavida Ferreira e Anabela Raymundo a distinção BfK Awards*, atribuída pela ANI no âmbito do Food and Nutrition Awards 2018, no passado dia 16 de outubro, em Lisboa.

A equipa de investigação do Instituto Superior de Agronomia (ISA), da Universidade de Lisboa, conduz um trabalho que explora o elevado potencial desta proteína na prevenção e na cura de doenças inflamatórias intestinais e do cancro colorretal.

A importância desta descoberta mede-se pelo forte impacto que estas doenças têm anualmente. A cada ano, meio milhão de pessoas em todo o mundo são afetadas. O cancro colorretal é mesmo o cancro com a segunda maior taxa de mortalidade na Europa e EUA e a 4ª a nível mundial.

A possibilidade de utilização desta proteína como aditivo ou ingrediente alimentar, sem efeitos secundários, é um aspeto importante no trabalho de investigação que está a ser desenvolvido, uma vez que uma das possíveis soluções para doenças graves, como o cancro, passa precisamente pelo consumo de alimentos com bioatividades específicas.

*A distinção BfK Awards é cofinanciada pela União Europeia através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, enquadrado no Programa Operacional Competitividade e Internacionalização (COMPETE 2020) do Portugal 2020.

barra

Etiquetas: