ideas-horizontal-RGB-cor

12 de dezembro, PCI, Aveiro

Criar um produto eficaz no combate a bactérias resistentes a antibióticos; desenvolver um software capaz de transformar nano-imagens em imagens 3D; obter um alimento que consiga controlar doenças de peixes de aquacultura; utilizar software para ajudar atletas de patinagem a treinar melhor. Estas foram as quatro ideias premiadas na terceira edição do concurso de ideias de negócio de base científica e tecnológica, o BfK Ideas, que colocou frente a frente os melhores projetos de instituições de ensino superior públicas do país. Para os vencedores, o prémio é um programa de aceleração em ciência e tecnologia ao longo de três meses.

Equipas Vencedoras BfK Ideas 2018:

  1. Projeto TopoSEM, da Universidade do Minho (categoria “Materiais e Tecnologias Avançadas de Produção”: desenvolvimento de um software capaz de transformar nano-imagens em imagens 3D;
  1. Projeto PurAvTec – IgY Purification Technologies, da Universidade de Aveiro (categoria “Saúde”): desenvolvimento de um produto eficaz no combate a bactérias resistentes a antibióticos.
  1. Projeto Figure Follow, do Instituto Politécnico de Lisboa (categoria “Turismo & Indústrias Criativas”): desenvolvimento de um software que melhora a performance no treino dos atletas de patinagem, nomeadamente na realização de figuras geométricas no ringue;
  1. Projeto SNACk for fish, da Universidade do Porto (categoria “Indústria Agroalimentar”): desenvolvimento de um alimento que ajuda a controlar o aparecimento de doenças nos peixes de aquacultura.

BfK Ideas 2018| Melhores Momentos