X

News

Portugal regista novo recorde de financiamento no Horizonte 2020

As PME portuguesas obtiveram os melhores resultados de sempre no SME Instrument – Fase 1. Este instrumento apoia atividades de desenvolvimento de conceito e de viabilidade de ideias inovadoras de Pequenas e Médias Empresas no âmbito do Horizonte 2020. Na fase de avaliação que terminou em setembro de 2016, o País registou o maior número de projetos aprovados, a maior taxa de aprovação e a maior percentagem de financiamento desde que o instrumento foi lançado em 2014. Com uma taxa de aprovação de 100%, o setor da saúde contribuiu fortemente para este resultado, representando mais de metade dos projetos aprovados.

Há mais 12 novas Pequenas e Médias Empresas (PME) portuguesas com financiamento aprovado pelo Horizonte 2020. Com este resultado, Portugal bateu novamente o recorde do número de projetos aprovados num único concurso do SME Instrument. Sobe, assim, para 46 o número total de empresas apoiadas e para 2,3 milhões o valor total do financiamento atribuído pela Fase 1 deste instrumento do Horizonte 2020 destinado a PME altamente inovadoras.

Portugal é o país com a maior taxa de aprovação de candidaturas submetidas neste concurso – cerca de 40% – quatro vezes superior à média europeia (9,5%), e é o 5.º país com o maior número de projetos aprovados neste trimestre. Tendo em conta todos os períodos de avaliação de candidaturas, Portugal captou em setembro 6,6% de orçamento disponível que compara muito favoravelmente com os 2,7% de média nacional dos períodos anteriores.

A importância do resultado no Sistema Nacional de Investigação & Inovação em geral e nas PME portuguesas em particular fica bem ilustrado quando comparamos o desempenho de Portugal, com 12 projetos aprovados num total de 30 projetos candidatados (taxa de aprovação de 40%), face à Alemanha, com 13 projetos aprovados num total de 106 projetos candidatados (taxa de aprovação de 12%).

A inovação em saúde Made in Portugal dá sinais de vitalidade, com mais de metade dos projetos nacionais aprovados. Dos sete projetos financiados na área da saúde, cinco são em áreas de vanguarda relacionadas com novas terapias e formulações, e com o desenvolvimento de tecnologias de diagnóstico. Também as Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) aplicadas à saúde foram reconhecidas, com o apoio a dois projetos dedicados ao desenvolvimento de equipamentos de emergência personalizados e de ferramentas de apoio à auto-gestão da saúde. Os sete projetos aprovados por PME portuguesas correspondem a 41% do total dos projetos financiados na área da saúde neste mais recente concurso do SME Instrument.

A Agência Nacional de Inovação, através do Gabinete de Promoção do Programa-Quadro (GPPQ), desempenha um papel ativo na promoção da participação das empresas nacionais no Horizonte 2020. O GPPQ apoiou e acompanhou a preparação das candidaturas de 6 das 12 empresas com propostas financiadas.

A lista seguinte sintetiza elementos sobre os projetos aprovados, nomeadamente a área temática (o SME Instrument contempla um total de 13), o nome do projeto conforme apresentado na candidatura e o nome da empresa promotora do projeto.

SME Instrument – Fase 1: Projetos Aprovados em Outubro de 2016

tabela

logos

Etiquetas: