X

Notícias

Há mais duas empresas Portuguesas na elite Europeia

A FASTinov e a UBQ II são as mais recentes PME portuguesas a entrar na ‘Liga dos Campeões’ da inovação europeia, com projetos aprovados no programa Horizonte 2020. São mais de 2 milhões de euros de financiamento comunitário que irão contribuir para o lançamento de soluções disruptivas desenvolvidas por empresas portuguesas.

A FASTinov, uma PME com ligações à Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, tornou-se na primeira empresa portuguesa a coordenar um projeto financiado através do Fast Track to Innovation do Horizonte 2020. A Comissão Europeia visa através deste programa apoiar ideias disruptivas com elevado potencial de negócio. O projeto da FASTinov foi um dos 16 selecionados de entre 263 propostas, e tem como objetivo lançar no mercado uma tecnologia que permite determinar a melhor forma de combater uma infeção em menos de 2h.  O consórcio de entidades liderado pela FASTinov irá receber da Comissão Europeia cerca de 2,6 milhões de euros para apoiar o lançamento desta tecnologia no mercado.

A UBQ II é asegunda PME Portuguesa a beneficiar de financiamento através da Fase 2 do SME Instrument, um dos programas mais populares e competitivos do Horizonte 2020, que visa apoiar PMEs com soluções disruptivas e ambições globais. A UBQ II é uma microempresa sediada na Madeira, que se dedica à produção de extratos naturais obtidos a partir de macroalgas marinhas. O seu projeto foi o único financiado das 16 propostas submetidas no tema da economia do mar. Este projeto, no valor total de 1,1 milhões de euros, visa apoiar a comercialização de um bio-extrato de iodo, com potencial no tratamento de inúmeras doenças do foro endocrinológico.

A participação nacional no SME Instrument ascende agora a 27 empresas com projetos da Fase 1 e duas da Fase 2, mais quatro empresas com participações em projetos do Fast Track to Innovation. O financiamento comunitário para empresas portuguesas através destes dois programas do Horizonte 2020 ultrapassa já os 5 milhões de euros.

A lista de empresas portuguesas que conseguiram financiamento no SME Instrument pode ser consultada aqui.

Mais informação no site do GPPQ – Gabinete de Promoção do Programa Quadro de I&DT .

Na comunicação social
  • Económico, 9 de junho de 2016 – Leia o artigo aqui
Etiquetas: